Escolher o(s) formato(s):

Delabie - Página Inicial
Portugal
  • France
  • International
  • Deutschland
  • Belgique - België
  • GD-Luxembourg
  • Nederland
  • Polska
  • United Kingdom
  • Россия
  • Portugal
Pesquisa

A microfiltração nos hospitais

Julho 2014

A microfiltração para uma água bacteriologicamente controlada

Um estabelecimento de saúde consome por dia cerca de 300 litros de água por paciente, ou seja, 2 vezes mais que um indivíduo na sua vida diária. A distribuição de água de boa qualidade é um imperativo permanente.

vigilância da qualidade bacteriológica da água nas instalações sanitárias dos estabelecimentos de saúde é hoje em dia primordial e regulamentada em alguns países. Desde há vários anos, esta obrigatoriedade de controlo não se limita unicamente aos estabelecimentos hospitalares e unidades de saúde mas também a todos os Estabelecimentos que Recebem Público (ERP).

Os riscos ligados à água

No interior de um estabelecimento de saúde, a contaminação da água por micro-organismos é frequente. A água é de facto suscetível de contribuir no vetor dos agentes patogénicos como os micro-organismos de origem fecal, salmonelas, Enterovirus, que provêem habitualmente dos ramais públicos. Estes micro-organismos podem também ser germes oportunistas, tais como as legionelas que se desenvolvem nos circuitos de água quente – ou de germes de ambiente hospitalar que contaminam frequentemente as águas estagnadas (braços mortos, extremidades das canalizações, perlatores das torneiras): Pseudomonas, Aéromonas …..

Entregar água bacteriologicamente controlada

As diferentes utilizações de água dos serviços de cuidados de saúde levam-nos a definir três níveis de qualidade microbiológica correspondentes às utilizações específicas.

nível 1 - "água limpa" - é habitualmente destinada à lavagem das mãos, assim como em todos as utilizações nos serviços de cuidados clínicos. A água é fornecida através de filtros terminais não estéreis.

nível 2 – "água ultra limpa" – será destinada, entre outros, a áreas protegidas: unidades de queimados, unidades de imunodeprimidos de limpeza de broncoscópios. A água é fornecida através de filtros terminais estéreis.

nível 3 diz respeito à água esterilizada para a limpeza de determinados materiais em humidificadores e para a formação de aerossóis.

O controlo da qualidade microbiológica da água é indispensável para garantir o respeito pelos critérios de qualidades dos níveis 1 e 2. Esta exigência justifica a implementação de uma abordagem da qualidade que passa pelo controlo microbiológico da água, por protocolos de tratamento assim como por procedimentos da manutenção dos sistemas de tratamento e de distribuição.

O desempenho dos sistemas de tratamento utilizados para baixar o nível de contaminação está diretamente ligado à manutenção dos equipamentos. Quando os procedimentos são respeitados, os tratamentos devem permitir atingir em permanência os níveis de qualidade 1 ou 2.

Fibras ocas, uma solução técnica inovadora

A microfiltração no ponto de utilização é o procedimento de tratamento mais eficaz para obter água de nível 2 ("ultra limpa"). Existem dois tipos de equipamento com membranas para a filtração no ponto de utilização: as membranas planas ou as membranas com fibras ocas.

A DELABIE optou pela tecnologia mais moderna para a sua gama de filtros antibacterianos BIOFIL: a filtração por membranas de fibra oca.

Desenvolvida nos anos 70, esta tecnologia de membrana é desde essa data reconhecida como tendo o melhor desempenho na purificação da água. Cobre aplicações que vão desde ultra-filtração (0,001 mícron) em múltiplos domínios (doméstico, médico, industrial…).

Cada filtro BIOFIL integra uma membrana de fibras ocas em polietileno com um limiar de filtração de água de 0,1 mícron absoluto. A membrana de fibras ocas apresenta múltiplos poros onde a dimensão varia entre 0,01 e 0,2 mícron. A água a tratar atravessa o meio filtrante sob o efeito de uma diferente pressão de uma parte e de outra da membrana. As bactérias e matérias em suspensão de tamanho superior a 0,1 mícron absoluto ficam retidas definitivamente na superfície externa da membrana.

Este método permite filtrar um volume de água significativamente superior do que a filtrada por filtros com membranas planas graças a uma superfície de filtração largamente superior (1 400 cm² contra cerca de 500 cm²). A capacidade de armazenamento das bactérias e das impurezas é igualmente superior, o que retarda o entupimento dos filtros e aumenta a sua durabilidade. Os filtros antibacterianos BIOFIL são extremamente compactos e adaptam-se a todas as torneiras.

A DELABIE oferece um conjunto completo de dispositivos de filtros para água de utilização única : cartuchos, chuveiros e bicas BIOFIL. Os filtros antibacterianos BIOFIL para todos os germes, podem ser utilizados até 62 dias após a instalação inicial. Todos beneficiam de numerosos controlos de qualidade e de rastreio otimizado para um controlo total do risco sanitário.