Escolher o(s) formato(s):

Delabie - Página Inicial
Portugal
  • France
  • International
  • Deutschland
  • Belgique - België
  • GD-Luxembourg
  • Nederland
  • Polska
  • United Kingdom
  • Россия
  • Portugal
  • España
Pesquisa

O design nos sanitários públicos

Setembro 2017

Nos locais públicos, os sanitários devem ser resistentes a uma utilização intensiva e por vezes com algumas precauções. Desenhados sobretudo para serem robustos e de fácil manutenção, o mobiliário sanitário evoluiu, incorporando pouco a pouco uma componente que assume importância : a estética.

Renovados em média a cada 15 a 20 anos, os espaços sanitários dos locais públicos não têm uma tendência significativa em apelar ao design. Embora lenta a sua expressão, é uma realidade.
Os utilizadores esperam encontrar cada vez mais, espaços não apenas limpos e de fácil acessibilidade, mas também agradáveis de ver e confortáveis.

Os proprietários e gerentes de espaços que recebem público (ERP) estão gradualmente a descobrir o interesse que os espaços sanitários despertam, não apenas pela sua higiene, mas também pela sua conceção e manutenção. Hotéis, restaurantes, discotecas e bares com alguma seletividade, estão a dar cada vez mais importância aos «ambientes» dos seus espaços sanitários.
As lojas, museus, cinemas, teatros, estações de caminho de ferro, aeroportos, centros comerciais, etc., não são colocados de parte, com situações reais presentes, cujo objetivo é marcar a diferença de uma forma favorável.

A imagem de um estabelecimento público reflete-se nas suas instalações sanitárias.
São muitas as pessoas que associam a qualidade de um estabelecimento aos seus espaços sanitários !

Quem é que não fica agradavelmente surpreendido por espaços atrativos, limpos, confortáveis por um lugar que visita ?
E o inverso, quem não se lembra de experiências verdadeiramente desagradáveis nestes espaços, com falta de higiene, maus odores, degradados,... ?
É portanto lógico, que o orçamento consagrado aos sanitários exceda cada vez mais 10% do investimento num novo espaço que recebe público (ERP).

Um universo específico

Quando são chamados para ampliar os espaços sanitários, os arquitetos de interiores e decoradores demonstram o seu profissionalismo e o "saber como" com a sua imaginação, como em qualquer outra parte do edifício.
E o resultado é frequentemente magnífico : decoração sóbria e elegante, o mobiliário escolhido, jogo de luzes, de sons e neutralizadores de odores e fragâncias, efeitos de materiais, efeitos especiais, equipamentos de alta tecnologia,..., cada detalhe é estudado em pormenor para despertar os sentidos e criar uma atmosfera de bem-estar e limpeza (por vezes um universo real) onde o utilizador vai gostar de estar.

Cerca de 8 minutos por dia em média, resulta em quase 150 dias das nossas vidas que passamos nas casas de banho (e os Japoneses duas vezes mais !)
Podemos então esperar que os espaços sanitários que sejam particularmente agradáveis e limpos sejam menos facilmente degradados que os outros espaços.

Prático, higiénico, resistente... e bonito

A sociedade nos quatro cantos do Mundo, tem sido capaz de inventar soluções para satisfazer de forma engenhosa as suas necessidades mais básicas : lajes de pedra perfuradas, datadas de cerca de  2500 anos antes da nossa era, foram instaladas sobre tubos de água canalizada, e foram restauradas na China, Grécia, Egito, Índia,...

Mais perto de nós, os Romanos, campeões da higiene e bem-estar em comunidade, deixaram vestígios de instalações sanitárias sofisticadas e decorativas, incluindo mosaicos e objetos de arte. 
A história dos sanitários está repleta de exemplos de instalações luxuosas, mas por definição reservadas apenas para alguns privilegiados.

No campo dos sanitários, os últimos 10 anos ficaram marcados por uma vontade de tornar o design acessível numa maior escala.

Os materiais nobres associados aos espaços sanitários modernos são sempre a pedra e a madeira, mas também o metal e o vidro,...

Por sua vez, da parte dos equipamentos, os principais fabricantes oferecem gamas de torneiras, acessórios e/ou equipamentos sanitários com linhas simples, permanecendo fiel às torneiras e objetos criados no final dos anos 60 pelo dinamarquês Arne Jacobsen para os sanitários domésticos.

Uma tendência de fundo na DELABIE

Líder europeu de equipamento sanitário para coletividades, a DELABIE cedo se sensibilizou para a necessidade de valorizar os seus produtos tendo em consideração a estética como um aspeto importante.
BINOPTIC PAREDE, torneira eletrónica de lavatório encastrada, foi desenhada em 1974 e a sua linha intemporal quase não mudou desde então. O seu design minimalista oculta uma alta tecnicidade e grande robustez.

Assim como outras, a torneira eletrónica de lavatório TEMPOMATIC 2, a misturadora encastrada de duche TEMPOMIX 3, ou a gama de misturadoras SECURITHERM EP BIOSAFE, com formas definitivamente modernas.

A DELABIE também permite a entrada do design nos sanitários acessíveis para pessoas com mobilidade reduzida, com a sua nova gama Be-Line® de barras de apoio e bancos de duche. O seu design inovador combina estética e conforto, e torna mais agradável para todos, a utilização partilhada dos espaços sanitários.

 

A utilização de um material adequado às exigências do design, o Inox, é outra das manifestações desta tendência de design na DELABIE.
Na sua gama de equipamentos sanitários para coletividades em Inox, o seu novo lavatório de pousar ALGUI é um verdadeiro elemento de decoração num espaço sanitário de alta gama, com o seu duplo acabamento Inox polido brilhante / Inox polido satinado que combina com todos os ambientes. Acompanhando a evolução dos tempos, o Inox contribui para a valorização do espaço.

Um design acessível

A DELABIE tem a ambição de desenvolver nos próximos anos equipamentos em aço inoxidável a preços muito competitivos, equivalentes aos da cerâmica.
O que implica dividir o preço em dois !

« Inox e design não devem rimar obrigatoriamente com preços elevados », diz Luc Delabie, codiretor do grupo.
« Nós queremos baixar os custos de fabrico dos equipamentos Inox de forma a que no orçamento, os nossos clientes possam escolher entre a cerâmica topo de gama e o Inox. Permitirá alargar os horizontes para criar sanitários bonitos e duráveis. »

Enquanto aguarda por esta pequena revolução, está em preparação um catálogo DELABIE especificamente orientado para soluções de design.